5 formas de melhorar seus desenhos com formas geométricas



- Olá cartoleiros e cartoleiras, aqui estou eu em mais um texto com dicas tosca (ou não) para ajudá-lo a melhorar seus desenhos... vai que realmente funciona. Quem sabe quando eu tiver uma câmera melhor eu faça vídeos, olha só que massa, vídeos cara nossa, muhahaha, enfim, vamos a mais dicas.

Aos preguiçosos o meu tradicional: Vá pro fim do post se tiver preguiça de ler.

No último post, falei sobre o uso de bonecos de palito, que pra quem tá começando é uma boa ir brincando com ele e ir aumentando sua complexidade até pegar o jeito com essa forma de desenhar, fiz muito isso, foi até o método que usei pra fazer minhas primeiras animações em bloco. Então pegou o jeito (Quando falo "pegou o jeito" me refiro a "soltou o traço")?.Pronto para ir pro próximo nível? Então chega a hora de um UPGRADE e passamos a nos utilizar de formas geométricas para rascunhar... 






O boneco de forma geométrica, mais conhecido como manequim, com certeza vai ser sua ferramenta de apoio na hora da criação de personagem por causa de sua versatilidade, é um pouco mais chatinho de trabalhar com ele, já que você tem que ter uma certa noção espacial, ou seja, cada forma possui uma massa que ocupa um espaço e possui um volume especifico... (quando isso virou aula de física?). Levou um bom tempo para eu começar a pegar o jeito (ainda to pegando por sinal) mas já deu uma boa melhorada quando passei a entender como o seu uso funciona.

Bem em geral nessa forma de ensaio você reduz o que deseja desenhar a formas básicas, para com isso passar a ter uma noção de como ela se comporta no local, como dito as formas ocupam lugar espaço, noção essa que não dá para ter com o esqueleto (boneco de palito), desse modo pode-se pensar no porte que seu personagem terá, e também evitará alguns erros básicos de movimento quando usado da forma certa.

O indicado nesse método é dividir o corpo em formas básicas, onde articulações são representadas por globos, membros por cilindros, cabeça e tronco por ovais (claro que pode e vai variar, essas são as que geralmente uso), lembrando que deve-se respeitar o limite que cada membro/parte alcança, não vá girar a cabeça igual a garota do exorcista ok? (Shaka?), ou passar o braço por dentro do tórax. Com a prática você acabará assimilando esse processo (em outros posts eu aprofundo esse estudo). 

Quando sua destreza em questão de criação aumentar, você já pode ir simplificando ao máximo esse processo, no caso algumas partes do manequim. O indicado é que você crie seu próprio método para rascunho, mas óbvio leva um tempinho para assimilar, não deixa de ser normal.
Essa forma de criação não servirá apenas para criação de personagens, mas também para elaboração de cenários, seja urbano ou rural, utilizar formas básicas simplifica bastante o processo de elaboração.
Então você sempre estará ligado as formas geométricas na hora de desenhar (fica pra outra oportunidade falar sobre elaboração de cenário com formas geométricas.)

Por fim diferente do boneco de palito o manequim é uma forma de rascunho que você vai utilizar pelo resto de sua carreira como desenhista, embora que com o passar do tempo sua necessidade em usá-lo diminua. Se possível compre um manequim real fica mais fácil de entender como o mesmo funciona, treine movimentação de personagem de vários ângulos. Você notará que ao passar a usar esse processo o desenho se torna bem mais assimétrico do que ir desenhando a esmo (quando já vai desenhando o personagem sem rascunho com veste e todos os detalhes).

Em um futuro tutorial vou detalhar de forma mais aprofundada o estudo de construção de personagem, como dito aqui são apenas dicas, e por falar nelas...

Vamos às 5 dicas para melhorar seu traço:

1 – Utilize-se de formas básicas para criar rascunhos com volume definido, no meu caso dou preferência à formas arredondadas;

2 – Fazendo uso delas você evita que seu personagem fique “plano”. Com a pratica você assimila esse conceito melhor;

3 – Tente compreender como cada parte se comporta, por exemplo, observe seu corpo para ter um maior entendimento;

4 – Não se prenda a essa forma de criação, crie sua própria forma de rascunhar, uma que lhe der uma maior liberdade de movimentação, não adianta usar um método de rascunho que seu personagem acabe parecendo um robô no final;

5 – Se parar para imaginar os objetos do seu cotidiano de maneira simplória todos são formas geométricas, então tome proveito desse fato e passe a desenhá-los tomando como base essa informação.

Então essas são mais 5 dicas semi-uteis para desenhar, espero que seja de bom proveito para todos os  aspirantes a desenhistas. Até a próximo.

Gostou ou tem alguma sugestão? deixe nos comentários.


Veja também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário